Sintep-MT debate valorização, formação, carreira e PNE 2024-2034 em Santa Terezinha


O professor Henrique Lopes, que é Secretário de Redes Municipais do Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Público de Mato Grosso, participou de duas mesas de debates.

Publicado: 09/05/2022 12:43 | Última modificação: // :

Escrito por: Assessoria/Sintep-MT.

Em mais uma etapa municipal da CONAE (Conferência Nacional de Educação), os debates em torno de uma educação pública de qualidade ocorreram, desta vez, no município Santa Terezinha, às margens do rio Araguaia.

O professor Henrique Lopes, que é Secretário de Redes Municipais do Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Público de Mato Grosso, participou de duas mesas de debates. Na primeira delas, no período matutino, falou sobre a valorização dos profissionais da Educação, Formação continuada, carreira, condições de trabalho, remuneração e saúde dos educadores. . “Faltam políticas públicas que assegurem essa questão da formação profissional de maneira contínua. Quando falamos de ensino público de qualidade, não há como excluir a formação profissional do conjunto de trabalhadores que atuam na educação. Uma coisa está diretamente relacionada à outra e por isso, precisamos de mecanismos para forçar o poder público a investir nisso”, disse Henrique.

No segundo painel, já no período da tarde, o tema foi: PNE 2024-2034, avaliação das diretrizes e metas para a Educação Pública. Na ocasião, o sindicalista que tem conduzido palestras em diversas regiões do estado, apresentando dados das metas e objetivos do último Plano Nacional de Educação (PNE), traçou um paralelo do que foi estabelecido no planejamento, com o que de fato, foi realizado.

 “Infelizmente temos visto poucos avanços nas metas estabelecidas anteriormente e algo ainda mais agravante, é que esse novo momento político que vive nosso país, sinaliza um rumo perigoso para a educação brasileira. Temos acompanhado um viés privatista e que fere os princípios democráticos para que o ensino público seja realmente para formação de cidadãos com senso crítico e consciência política”, disse Henrique.

Os debates realizados no município vão incluir sugestões para o debate da CONAE, na etapa nacional que será realizada em Brasília, em novembro deste ano.